quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Nível da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves é o pior desde 83



barragem TN
Tribuna do Norte – A Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior represa de água do Rio Grande do Norte, se encontra no pior nível desde sua construção, em 1983. Após trinta anos de atividade, a represa está hoje com 34,81% da sua capacidade. Apesar da meteorologia ter boas expectativas para o inverno, para evitar o colapso de abastecimento das cidades supridas pela barragem, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) apresentará na próxima segunda-feira, 13, um plano de racionamento de água para a região do médio oeste.
Atualmente, a barragem acumula 835.400 milhões m³, de um total de 2,4 bilhões m³ da capacidade máxima de acumulação de água. “É o menor nível desde a sua construção”, afirma Joana D’arc Medeiros, coordenadora de gestão de recursos hídricos da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hiídricos (Semarh).
Localizada em Assu, a barragem abastece 34 municípios potiguares todos os dias por meio do sistema de adutoras, além da captação direta ao rio Piranhas-Açu, ao qual também é responsável por manter perene o trecho da bacia imerso no RN. Além de abastecer mais de 500 mil habitantes, este reservatório de 60 km de extensão, proporciona irrigação de uma área aproximada a 30 mil hectares no Vale do Açu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário