sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Notícias para esta Sexta Feira 09 de Agosto de 2013


Fotos: Cristiano Júnior


Foi realizada na manhã desta quinta-feira (08) na sede da Câmara Municipal de Vereadores, a 3ª Conferência Municipal de Cultura de Patu.

O evento reuniu diversos artistas em seus mais variados seguimentos de atuação, além de autoridades  e representantes de organizações sociais.

Ao abrir oficialmente a conferência, o secretário municipal de cultura e juventude, Júnior Santos, ressaltou a importância de eventos como este para a elaboração de propostas e projetos que visem melhorar substancialmente as condições de trabalho e os incentivos a cada produtor cultural local. “É através desta conferência que iremos juntos encaminhar propostas à conferência Estadual que vai ser dirigida para o nível federal”, lembrou o secretário.

O coordenador de cultura Hudson Holanda, fez uma breve reflexão sobre a importância da cultura para o município de Patu, fazendo referencia aos grandes artistas locais e as suas condições de trabalho. Hudson lembrou ainda que muito já foi feito nessa área, mas que ainda faltam mais ações efetivas para que toda a classe cultural de Patu possa expor as suas produções de forma mais digna. “Precisamos unir forças para conquistarmos um espaço que já é nosso, para isso estamos hoje aqui debatendo e ouvindo os artistas”, disse.

Em sua fala, o professor e ex secretário de cultura, Aluisio Dutra, lembrou que a cultura patuense precisa ser organizar de forma mais substancial, através da criação de uma fundação municipal de cultura, e da aprovação pelo poder legislativo do fundo municipal de cultura. “Com a criação de uma instituição forte e com a arrecadação de mais recursos para a cultura, os nossos artistas terão subsídios necessário para a produção cultural em suas diversas áreas de atuação". Disse o ex secretário.

O colaborador Claudio Rosa, reforçou as palavras do secretário e cobrou mais participação popular e dos artistas da terra em eventos como o ocorrido hoje. “Precisamos da união de todos, pois só assim iremos, mesmo que de forma gradual obter vitórias e grandes conquistas”, lembrou

O professor e poeta Zé Bezerra destacou a importância de o município disponibilizar um local próprio para a prática cultural local, e lembrou que em Patu existe o que ele chamou de “elefante azul” um prédio que não é utilizado e que poderia servir para dar suporte aos artistas patuenses. “Precisamos de um ponto de referência, onde todos os artistas possam disseminar os seus conhecimentos”, Zé Bezerra solicitou da prefeita Evilásia a construção de um teatro municipal. “Esta foi uma das propostas de governo da nobre prefeita e é sem dúvida um grande projeto, mas que precisa ser posto em prática o mais rápido possível”, lembrou.

A diretora do grupo de artesão de Patu, Maristela, também solicitou mais apoio do poder público para que os artesão possam dispor de um local onde possam expor as suas obras e com isso gerar renda e movimentar a economia loca.

A cantora e compositora Verônica, lembrou que os artistas patuenses precisam sair de sua cidade para outras regiões para que possam mostrar a sua arte. “Precisamos voar alto para que o nosso trabalho seja de fato reconhecido, mas isso pode e deve mudar, com a construção de um local para a produção cultural local, onde possamos produzir e exibir as nossas obras. Patutem muita gente boa e que precisa de apoio.” Disse

Para o secretário adjunto de administração, marcos Aurélio, os artistas precisam de fato de muita união, assim como os governos e toda a sociedade. Aurélio também cobrou mais participação em eventos culturais.

O cantor e compositor, Raniere Teixeira, lembrou que este ano a parte cultural da Feira da Cultura, será relocada para o patamar da Igreja Matriz, o que segundo ele, vai dar uma maior visibilidade para os artistas locais e consequentemente para as produções culturais.

Ao finalizar a primeira fase da conferencia, o vereador presidente da Câmara, Suetônio Moura, se dispôs a colaborar em todos os sentidos para o desenvolvimento de projetos que visem desenvolver as potencialidades culturais de Patu.

Em seguida foram formados quatro grupos de debate com os seguinte temas: 


  • IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA NACIONAL DE CULTURA
  • PRODUÇÃO SIMBÓLICA E DIVERSIDADE CULTURAL
  • CIDADANIA E DIREITOS CULTURAIS
  • CULTURA E DESENVOLVIMENTO
Ao término do evento foi formulado um documento que será apresentado pelos delegados escolhidos, Hudson Holanda, Adson Suassuna e Joseni na conferência estadual.

Além do secretário de cultura, Júnior Santos, participaram ainda, o coordenador de cultura, Hudson Holanda, os colaboradores Zé Filho e Claudio Rosa, Os secretários adjuntos de comunicação social, Bruno campelo, e de administração marcos Aurélio, os vereadores Rubinaldo Maia e Suetônio Moura, além de diversos artistas locais.


 Professor e ex secretário de cultura Aluisio dutra

 Valéria- credenciamento


 Colaborador Renarle Cezar


 Claudio Rosa


 Professor e poeta Zé Bezerra

 Maristela representando os artesãos

Hudson Holanda

 Vereador e presidente da Câmara Suetônio Moura

 Cantora e compositora Verônica

 Marcos Aurélio

 Canto e compositor Raniere teixeira

 Equipe organizadora da conferência

GRUPOS TEMÁTICOS 




 Fonte: SECOM

CASAL VAI  LANÇAR  LIVRO E SITE SOBRE O 

CANGAÇO DE JESUÍNO BRILHANTE

Casal cangaceitólogo Lúcia/Gil Hollanda
                    Com previsão para o final do mês de agosto, em João Pessoa, capital paraibana,  o casal de cangaceirólogos Lúcia/Gil Hollanda vai lançar o livro e site  ''Nas Trilhas do Cangaço de Jesuíno Brilhante''. 
Capa do livro/site
                    Os trabalhos consistem num resgte histórico e geográfico do cangaceiro  Jesuíno Brilhante, que bem antes de Lampião,ainda no tempo do Brasil Império, trilhou os sertões paraibano e potiguar.
Fonte: Blog Cosmogonia.




Fátima e CONACS juntas pelo Piso 
Salarial dos ACS e ACE


Notícia boa para os agentes de saúde: 

Fátima e CONACS juntas pelo piso salarial  dos ACS e ACE

A deputada federal Fátima Bezerra (PT-RN) e demais deputados participaram, nesta quarta-feira, 07/08, com a presidenta da CONACS (Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde),  Ruth Brilhante, de audiência com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), para tratar da aprovação do Projeto de Lei 7495/2006, que regulamenta o piso dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e de Combates às Endemias (ACE). 

“O presidente foi muito sensível ao pleito. Já passou da hora de fazer justiça em prol dessa categoria que exerce um papel muito importante no contexto da saúde pública para à população. Que a Câmara coloque o projeto de lei para votação”, disse a deputada Fátima Bezerra, que foi relatora da emenda constitucional aprovada em 2010, que estabelece o plano de carreira e o piso salarial profissional nacional para os agentes.

No final da reunião foi informado que, na próxima semana, a CONACS vai fazer uma mobilização nacional em Brasília, onde caravanas de todos os Estados estarão sensibilizando o legislativo pela aprovação do Projeto de Lei 7495/2006. 

-- 
Assessoria de Imprensa
Dep. Federal Fátima Bezerra - PT/RNA deputada federal Fátima Bezerra (PT-RN) e demais deputados participaram, nesta quarta-feira, 07/08, com a presidenta da CONACS (Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde), Ruth Brilhante, de audiência com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), para tratar da aprovação do Projeto de Lei 7495/2006, que regulamenta o piso dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e de Combates às Endemias (ACE).

“O presidente foi muito sensível ao pleito. Já passou da hora de fazer justiça em prol dessa categoria que exerce um papel muito importante no contexto da saúde pública para à população. Que a Câmara coloque o projeto de lei para votação”, disse a deputada Fátima Bezerra, que foi relatora da emenda constitucional aprovada em 2010, que estabelece o plano de carreira e o piso salarial profissional nacional para os agentes.

No final da reunião foi informado que, na próxima semana, a CONACS vai fazer uma mobilização nacional em Brasília, onde caravanas de todos os Estados estarão sensibilizando o legislativo pela aprovação do Projeto de Lei 7495/2006.


Feira Agroecologica de Messias Targino 
comemorou 5 anos de existência


No último  domingo (04),  os agricultores familiares que atuam na Feira Agroecologica de Messias Targino realizarem um ato festivo para comemorar o 5º aniversário da Feira Agroecologica. O evento foi marcado por muita alegria e forró.

A Feira Agroecolocia surgiu em 2008 em parceria com a Prefeitura Municipal através da Secretaria Municipal de Agropecuária e Meio Ambiente, Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, Projeto PDA Carnaúba da Visão Mundial, Fórum da Agricultura Familiar e Centro Juazeiro.

O prefeito Arthur Targino (PMDB), prestigiou o evento e visitou todas as barracas da feirinha, acompanhado  do secretário de Agropecuária e Meio Ambiente, Paulo Rodrigues e do vice-prefeito e presidente  do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar (Sintraf), Pôla Pinto.

 Agricultora familiar  Maria José Barbosa


Raimundo Canuto, Presidente da CREDIOESTE SOL.


Pôla Pinto, presidente do Sintraf e vice-prefeito

Juscelino Jales, Presidente da Câmara

O evento foi aberto pela a agricultora familiar  Maria Jose Barbosa, que destacou a importância da feira tanto na questão de gerar renda como os produtos que são oferecidos aos consumidores.

Fabrício Edno Jales, do Centro Juazeiro

 Erisberte Jales, do Fórum da Agricultura Familiar

Ainda fizeram uso da palavra, Pôla Pinto, presidente do Sintraf e vice-prefeito, Paulo Rodrigues, Secretário de Agropecuária e Meio Ambiente, Fabrício Edno Jales, do Centro Juazeiro, Erisberte Jales, do Fórum da Agricultura Familiar, Juscelino Jales, Presidente da Câmara e Raimundo Canuto, Presidente da CREDIOESTE SOL.
 Paulo Rodrigues, Secretário de Agropecuária e Meio Ambiente

O prefeito Arthur Targino, em seu discurso destacou os avanços que vem ocorrendo na agricultura familiar, além de ressaltar a importância da feira como fonte de renda entre as famílias que comercializam os seus produtos. Arthur disse que a meta é garantir uma melhor estrutura  para o funcionamento da feira.

          Com apoio das entidades parcerias que atuam no fortalecimento da agricultura familiar, a Feira Agroecológica e Solidária de Messias Targino, já se tornou uma das maiores atrações do comercio local aos domingos. Instalada nas imediações da feria livre da cidade, a Feira Agroecólogica está rendendo bons resultados previstos pelos seus idealizadores.

Devido à variedade dos produtos a feira tem recebido um número grande de clientes, o que acaba tornando mais fácil a comercialização.
No local há cerca de 10 agricultores e agricultoras, que estão envolvidos na feira, comercializando hoje mais de 25 produtos que tem chamado a atenção dos clientes pela diversidade dos produtos orgânicos, que variam desde frutas como o mamão até o queijo de coalho, o mel de abelha e o artesanato local.
Fonte: Blog do Pôla Pinto.

Carnaubais lançará moeda própria hoje

Projeto foi idealizado pelo prefeito Luizinho CavalcanteProjeto foi idealizado pelo prefeito Luizinho CavalcanteCARNAUBAIS – Está definida para hoje, no interior da Câmara de Vereadores, a solenidade formal de lançamento da moeda social batizada de “carnaúba”, que terá circulação restrita ao território do município de Carnaubais. O acontecimento também registrará o lançamento solene do Banco Social, instituição que gerenciará a mencionada moeda.
O convite oficial é distribuído pela Cooperativa de Agricultores Familiares e Agroextrativista de Carnaubais (Coopafac). Assinado pelo presidente da organização cooperativista, Givaldo Medeiros, o convite anuncia a realização da solenidade para as 16h30 de hoje. O acontecimento assinalará a materialização de um projeto sugerido pelo prefeito Luiz Cavalcante, “Luizinho” (PSB).
No entendimento do coordenador de Desenvolvimento Sustentável e Solidário da administração local, Ademar Menezes, a proposta já é considerada exitosa antes mesmo de sua efetiva implementação.
Ele qualificou como elogiável a “ousadia” do chefe do Executivo em levar adiante tal projeto pioneiro. A gestora do projeto será a organização cooperativista. Ele fez questão de explicar que a “carnaúba” não será concorrente do real.
“Na realidade ela se configurará numa moeda complementar e com abrangência restrita exclusivamente ao território do município de Carnaubais”, esclareceu. Sua circulação comercial iniciará a partir de prestação de serviços.
Segundo Ademar Menezes, a moeda idealizada em Carnaubais terá valor paritário com o real. Para dar suporte à circulação da moeda foi institucionalizado o Banco Social, que garantirá, para cada “carnaúba” no mercado local, o equivalente em moeda nacional.
O coordenador de Desenvolvimento Sustentável e Solidário de Carnaubais disse que já é perceptível uma boa recepção do segmento comercial da cidade à proposta.
“Eu mesmo mantive contato com representantes de alguns setores estratégicos e pude perceber que mesmo se tratando de uma novidade a aceitação tem sido muito boa”, declarou. Ele considerou normal que haja certo ceticismo das pessoas, mas reiterou sua confiança no sucesso da empreitada.
Fonte: Jornal O Mossoroense.


Prefeitos querem mais mais recursos do IPVA para os Municípios



A Proposta de Emenda a Constituição (PEC) 116/2011 – estende a cobrança do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) às embarcações e aeronaves às receitas dos Estados e Municípios – tramita no Congresso Nacional. A Confederação Nacional de Municípios (CNM) pretende inserir ao texto, do senador Lindbergh Farias (PT-RJ), maior participação dos Municípios na quota do Imposto.
Se for aprovada, a emenda vai afastar a inconstitucionalidade da cobrança do IPVA de barcos e aeronaves. O Supremo Tribunal Federal (STF) já havia se posicionado neste sentido, no julgamento de recurso extraordinário contra a cobrança do Estado do Rio de Janeiro, em 2007.
Fonte: Blog do Robson Pires.

Nenhum comentário:

Postar um comentário